Opinião no blog: Pedacinho Literário

Há muito que andava irrequieta e desejosa de ler este livro, sem saber bem o porquê. Vi a capa, li a sinopse e automaticamente deixei-me apaixonar por algo imaginário que fiz da narrativa desta obra, uma expectativa desajeitadamente alta que, inexplicavelmente, não só foi atingida como ultrapassada. Onde está o branco em ti? é um livro extremamente importante para todos aqueles que se sentem ou alguma vez já se sentiram desadequados no mundo, imperfeitos, colocados de parte, escravos da rotina. Trata-se de uma história real na sua essência, que transmite uma sensação de urgência na descoberta do nosso verdadeiro eu e do que realmente nos faz felizes, a nós, e só depois aos outros. Trata-se de um relato na primeira pessoa que comove, que adula, que faz o leitor viajar por todos os sentimentos, todos os devaneios internos e todas as inseguranças e medos que Alexandre, o protagonista, experiencia ao longo de uma juventude capaz de o destruir por dentro. Num estilo poético e inspirador, auxiliado por pequenos poemas espalhados ao longo da narrativa, aqui e ali, Ricardo Antunes apresenta uma primeira obra que se destaca das demais, que cativa logo no primeiro parágrafo e que agarra o leitor por retratar um assunto comum, visível, passível de acontecer a qualquer um.

Tudo começa com um suicídio.

Pedro decide pôr termo à sua vida. Deixa uma carta aos amigos a explicar, na sua poesia, o que o levou a tomar tal atitude e entrega um enigma de auto-descoberta a Alexandre, que o encaminhará ao longo de todo o livro. Pela perspectiva deste último, o leitor toma consciência dos sentimentos de cada um dos amigos de Pedro, um grupo que se juntou há muito e no qual partilharam todo o tipo de alegrias e tristezas, na revolta interna que cresce perante uma sociedade falsa e feita de casualidades, no eterno desengonçar por fazer as pessoas abrirem os olhos e na viagem que cada um terá de fazer, interna e externa, sozinho e acompanhado, para efectivamente chegar ao significado das últimas palavras de tão estimado amigo.

Onde está o branco em ti? é o relato do dia-a-dia de um grupo de jovens, por vezes somente de Alexandre, sobre o que de errado e de correcto atravessa aquele longo caminho a que se chama vida. Uma exposição sobre escolhas, sobre descobertas, sobre despedidas e sobre fins e novos começos. Uma história que envolve o leitor, que o deixa enigmaticamente desconcertado e receptivo a olhar para dentro de si mesmo à procura de algo diferente, de algo novo, quase como Alexandre.

Com uma linguagem cuidada e extraordinariamente emotiva, sentida, e um tipo de escrita suave, que flui, harmoniosa, Onde está o branco em ti? é um livro que mais tarde quererei ler novamente, pela forte mensagem que transmite e pelo constante acordar para a vida que transporta. Um livro que gostei pela sua simplicidade e pelo sentimento de não querer parar de ler, parar de devorar, que inevitavelmente deixa no leitor. Uma história comovente, recheada de alegrias, pequenas felicidades, muito amor e amizade, mas também de situações inevitáveis, desistências e renúncias à mudança. Uma obra apaixonante e provocadora, que instintivamente exerce um sentimento e uma necessidade de reflexão por parte do leitor.

Recomendo fortemente. Pela escrita bela e sensível, pelos caminhos percorridos, pelas sensações sentidas, pelas vidas vividas e pelo futuro que tudo pode trazer. Um livro que, sem sombra de dúvida, vale a pena ler.
 
in http://pedacinho-literario.blogspot.com/2011/06/onde-esta-o-branco-em-ti-ricardo.html

Sem comentários: