Todas as histórias são a nossa e a nossa são todas as histórias

Às vezes, um momento - um só momento - altera toda a nossa vida, irreversivelmente, e para sempre.
Mas, e se depois nos fosse dada a oportunidade de recomeçar tudo de novo?
Se tivéssemos a sorte de perceber que a estrada que nos conduz à felicidade começa com um primeiro passo e que este só pode ser dado por nós mesmos.
Que tudo aquilo que não fazemos por medo é o fruto de pensarmos que temos alguma coisa a perder.
Que cada dia é um momento especial para ser celebrado e, cada gesto, um movimento irrepetível.
Que o Amor é a única coisa real nesta vida e que, tudo o resto, são ilusões.
Que o Amor está Vivo. Que o temos que procurar enquanto ainda vivemos. Enquanto ainda o podemos procurar.
Se, finalmente e por uma última vez, tivéssemos a hipótese de nos encontrarmos, frente a frente, com a vida que sempre desejámos ter?
(Texto na contracapa do livro Onde está o Branco em Ti?)

6 comentários:

Anónimo disse...

Ísso mesmo! um momento em concordância de uma acção altera e compromete toda a nossa história e a nossa história sempre esta entrelaçada a outras histórias. Eu sempre penso que todo dia é um recomeço, mas nem sempre temos coragem para recomeçar, refazer os caminhos ou trilhar outros, o medo do novo, o medo da dor, o medo da solidão mesmo quando se tem toda gente por perto. Preciso ler esse livro! \0/ urgente !rsrsrs ( estou a resolver isso)

Ricardo Antunes disse...

Força nisso! Abraço!

B. disse...

Belíssimo blog, com textos fantásticos e inspiradores. Gostei muito de passar por aqui... E fiquei ainda com mais vontade de ler o seu livro! :)

Ricardo Antunes disse...

Obrigado B, Espero que leias, se sentires tentação para o fazer e depois apareças por cá para dar a tua opinião.
Um Abraço e aparece!

Ricardo

Joana Gonçalves disse...

Senhor Ricardo, muitos parabéns!
Só aluna do 10º ano de escolaridade e acabei de ler o seu livro. Estou a pensar apresenta-lo à professora e à turma no próximo período por isso comecei a pesquisar sobre ele e encontrei o seu "blog". Queria dizer-lhe que adorei o seu livro e recomendo-o, principalmente aos jovens da minha idade, porque a mensagem que o seu livro me transmitiu foi, sem dúvida, uma mensagem de esperança, que com a minha idade é muito importante. Somos nós, jovens de hoje, que temos de ter esperança, coragem e sentido de mudança, para que, no futuro, tudo seja mais fácil, não é verdade?!
Aguardo mais livros seus!

Ricardo Antunes disse...

Olá Joana,

Antes de tudo Obrigado. Ainda bem que gostaste e que te pode inspirar de alguma forma. Se precisares de alguma ajuda na pesquisa ou até de participação na aula estás à vontade para me contactar por e-mail.
Já agora, podes tirar o "senhor". É só Ricardo, mesmo. :)

beijinhos e boa sorte,

Ricardo