Nunca te feches sobre ti mesmo...

Nunca te feches sobre ti mesmo. Sai para a rua. Vive.

A vida merece que tu lhe dês a oportunidade de te tocar. É o mínimo que podes fazer pelo respeito que ela te merece.

Cada fatalidade é, no mesmo instante, um destino e uma oportunidade para tudo mudarmos.

4 comentários:

gilgamesh disse...

Olá,

realmente penso isto muitas vezes. Há uma certa magia em exteriorizar as coisas. Hoje somos muitas vezes apanhados no jogo de "dividir para reinar" que é exercido sobre nós, e ficamos no nosso cantinho a lamber as nossas feridas. Através da vida temos realmente algo a contrapor que pode fazer aquela diferença....Muitos parabéns belo blogue, gosto muito

Anónimo disse...

Boa noite,

realmente, é uma realidade o que escreves, viver é o melhor presente,sentir o que nos rodeia é o encanto da vida.... chorar... rir... sair... e por vezes deixar-se ficar são escolhas que todos os dias o exterior e o nosso interior nos colocam... o importante é escolher é viver....

um dia alguem sábio me disse....
"a vida é uma montanha russa,onde podes escolher se vais andar ou ficas só a ver os outros andarem... existe quem vá e nao gosta e corre muito mal... e outros que limitam a rir de quem foi... pobres almas... gozam,mas nunca foram... "

por isso vai sempre para poderes saber e viver o que é o errado e o certo....e é ai que aprendes que o impossivel existe para nos lembrar que tudo é possivel...

Parabéns... a ti Ricardo pelas palavras...

Bjo

Catarina Rosa

Ricardo Antunes disse...

Obrigado Gilgamesh!
Pelas palavras e pela partilha.

Obrigado também Catarina, pelas tuas palavras e também pelo carinho e por tantas coisas que já partilhámos nos caminhos desta vida.

Adriana ♣* disse...

É preciso mergulhar de cabeça, para ver
a beleza que está no fundo do mar.
A superfície é bonita, mas as coisas
mais incríveis acontecem lá no fundo.