O tempo é limitado e a água corre. Bebe antes que sejas separado da fonte

Uma história do poeta sufi Jalaluddi Rumi (séc XIII) sobre fazer o que tem de ser feito apesar de tudo e apesar dos outros diz assim...
Uma égua e o seu potro bebiam água juntos no rio. Num instante o tratador começou a assobiar com a intenção de impedir-los.
O potro, assustado por aquele ruído deixou instantaneamente de beber. Mas a sua mãe disse-lhe:
- Meu querido, porque paraste de beber?
O potro respondeu:
- Assusto-me com esta gente que faz barulho. O meu coração treme de medo só de pensar na ideia de que se ponham a gritar.
A égua disse-lhe:
O mundo está feito assim. Todos fazem alguma coisa. Meu querido, faz tu o que tens de fazer.
O tempo é limitado e a água corre. Bebe antes que sejas separado da fonte.

3 comentários:

Anónimo disse...

é uma ideia bonita, pena que nos esqueçamos tantas vezes de o fazer....
beijão
pat

Ricardo Antunes disse...

Enquanto continuarmos a tentar voltar sempre que nos desviamos do caminho, estou seguro de que, com maior ou menor dificuldade, voltaremos a entrar. De resto, a vida não é fácil...
:) beijooos

Adriana ♣* disse...

Vamos continuar tentando...
Afinal de contas, não estamos aqui por acaso.

Abs,

Adriana